.comment-link {margin-left:.6em;}
Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

O homem mais sexy do mundo segundo a Revista People.

30 maio 2006

Inesperado

Surge de repente, em tantas iguais.
Uma flor diferente, me sorrindo.
Dentre tantos aromas especiais,
Surge um com um toque de carinho.

Mal avistei, já me acho exclusivo.
Mal a toquei, já a quero para mim.
Em um momento que me sinto vivo,
Vivo um momento que não tem mais fim.

É a pressa e a esperança de um sorriso,
É o medo e a insegurança de um querer,
É tudo o que eu mereço e que preciso.

É a vontade e o desejo de nascer,
É o calor e frescor do paraíso,
É tudo que eu quero ao querer você.
Como esses momentos passam, como não se deve escrever por promessas ou pedidos.
Há sentimentos que são sinceros por tão pouco tempo que você até duvida que de fato sentiu. Tão pouco tempo duram os sentimentos que não têm sentido ou resposta. Mais fulgaz que uma paixão, é uma paixão declarada e dispensada.
Nada abre mais o coração do que estar livre de paixões escondidas. Ter a coragem de expor o que sente é se livrar de correntes antes que elas te prendam.

19 Comments:

Anonymous da gaveta said...

bonito...
muito bonito.

31 maio, 2006 11:42  
Blogger Rodrigo, o Soneca, Pontes said...

Quem? Eu? Obrigado.

31 maio, 2006 12:33  
Blogger A czarina das quinquilharias said...

quer algo mais repentino que uma paixão de segundo? acho que não tem nada não...

01 junho, 2006 12:27  
Blogger Milena said...

Maravilhoso poema.
Gostei mto do que vc escreveu abaixo do poema. SImples, direto e com um toque unico.
Paixoes escondidas nao deixam espaco para voce se apaixonar verdadeiramente, no maximo te engana. como agua quando se esta com fome, mas depois vc descobre q esta nova paixao nao eh paixao.

Mi

03 junho, 2006 18:23  
Blogger Tony said...

Realmente expor o que sente é o que separa o viver do existir.
Gostei muito do texto.

07 junho, 2006 13:06  
Blogger Tony said...

Realmente expor o que sente é o que separa o viver do existir.
Gostei muito do texto.

07 junho, 2006 13:06  
Anonymous Fiori Voniere said...

Agora vamos ao que interessa:
Fulgaz ou não, mas comeu ela?

09 junho, 2006 15:43  
Anonymous Wal said...

Ah, adorei!
Lindo lindo Rodrigo, e o que você escreveu no final é muito certo.
bjos

12 junho, 2006 03:25  
Blogger A czarina das quinquilharias said...

o título é o nome de uma música e foi da onde eu tirei o nome da personagem (estela). O que me surgiu primeiro foi o começo, depois o fim. o meio é pra dar liga, só mmo...hehehe

12 junho, 2006 23:19  
Blogger A czarina das quinquilharias said...

eu acho q entendi. quer ver? se vc planejasse o começo e o fim, o seu meio te levaria a outro lugar. viu? há!
:)

13 junho, 2006 00:23  
Anonymous da gaveta said...

vai ficar curioso..
mas acho que a poesia serve pra isso.
sei lá.

13 junho, 2006 12:20  
Anonymous Fiori Voniere said...

Ai, seu chato. e como é que eu vou adivinhar, eu escrevo um livro todo dia e nem um misero comentario, vou começar a só escrever besteiras no blog.

13 junho, 2006 12:25  
Blogger Lubi said...

Achei numa comunidade.
Gostei muito do que vi.
=P

Ah, claro, e do seu "about me".

19 junho, 2006 16:09  
Blogger Lubi said...

Ah, Rodrigo, é que eu só sei ser aquilo tudo que você não viu. Tão intensa que dói.
Deve haver umas palavras leves perdidas por aí.
E, fuçando vi que você tem algumas pessoas que eu tenho também... Czarina, a da gaveta. A escrita aproxima as pessoas, faz-nos sabermos compreendidos, e isso, ah, isso ninguém tira.

Quanto a janela, o código está aqui:

body onLoad="alert('Prendam a respiração: meu coração está na boca.');"

Ponha depois de head, com < no início (antes de body) e > no fim (depois de ") e torça pra dar certo. Que eu torço de cá.

Muito bom tudo aqui.
=P

Beijo!

19 junho, 2006 17:01  
Blogger magie said...

Poxa Rodrigo. Adorei o que vc escreveu lá no orkut. Achei justíssimo, aquela palavrinha empobreceu meu texto! Hehehehee...

Já fiz a mudança. Espero que tenha ficado melhor. Adorei seu blog, vc escreve muito cara!

Ah sim, preciso ter uma conversa séria com Maria Amélia! Conformada demais!

=]

19 junho, 2006 17:41  
Blogger Lubi said...

Cadê, cadê a janelinha?!

19 junho, 2006 22:24  
Blogger magie said...

Imagine Rodrigo! Eu nem cheguei a tecer nenhuma crítica sobre Maria Amélia. Quem sou eu? Acredito nas relações! Além disto, tenho a consciência de que enquanto homens e mulheres, somos constituídos por diferenças que nos são atribuídas através de um mundo já cheio de significações. Então achar que o seu pensamento irá acompanhar o meu, é uma ilusão. São as SUAS visões sobre uma mulher contrastando com as MINHAS visões sobre uma mulher. Não há nada de mau nisto!

E só a título de curiosidade, os feminismos mudaram muito. Nada de queima de sutiãs! Não sou tão "xiita" quanto pareço.

Gostei de vc, um cara questionador!

Vou colocar seu blog lá em "My Neighbors", ok?

Bjim.

20 junho, 2006 08:29  
Blogger A czarina das quinquilharias said...

olhaí a janelinha!
aah, araçariguama é um lugar perfeitamente minusculo q fica em sp....

21 junho, 2006 23:38  
Blogger A czarina das quinquilharias said...

ela diz algo como " vc até se assustou achando que era virus"
e textos novos são uma boa...rs

22 junho, 2006 22:16  

Postar um comentário

<< Home